Missão Nova Visão ♫ Web Rádio Católica

sábado, 11 de janeiro de 2020



Levando em consideração os princípios e doutrinas do Evangelho de Cristo, será que sou um verdadeiro cristão ?

1. Ele honra o nome de Cristo que tomou sobre si

Dizer-se cristão é uma afirmação que implica em grande responsabilidade. Um bom cristão precisa preocupar-se com o exemplo que dá.

2. Dá a devida importância às palavras de Cristo e às de quem Ele enviou

Um bom cristão não ignora os mandamentos, não menospreza os ensinamentos de Cristo e quer imitar seu exemplo. Ele preocupa-se em dar ouvido aos verdadeiros profetas que Ele enviou, como porta-voz da Sua vontade para a humanidade, não os rejeita, tampouco sua mensagem. Por isso, procura ler diariamente as escrituras sagradas, para saber o que se espera dele e fica atento à voz daqueles que Ele enviou.

3. Busca compreender a natureza da deidade

O verdadeiro cristão tenta compreender a natureza do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ele busca discernimento por oração e jejum, porque quer conhecê-Los como realmente são. Ele não quer se deixar enganar. Ele não se contenta com nada além da verdade.

4. Abandona os hábitos, costumes e tradições do mundo

O cristão de verdade não se deleita na iniquidade. Ele procura ter hábitos saudáveis e costumes louváveis. Ele não se deixa levar por tradições que vão de encontro aos ensinamentos de Cristo. Pacificamente, ele recusa qualquer oferta que lhe afastará do caminho da salvação.

5. Busca uma mudança de coração

O verdadeiro cristianismo requer uma mudança de atitude, a conversão do indivíduo. A verdadeira conversão vem de dentro para fora e não de fora para dentro. O cristão muda de atitude e de coração. Não é algo somente exterior. Ele reconhece seus erros e muda por si mesmo, em vez de mudar por estar sendo pressionado a fazê-lo.

6. Retorna imediatamente ao caminho reto, caso tenha uma recaída

Um bom cristão pode se enfraquecer e cair. Mas ele não se dará por vencido. Antes, levanta-se rapidamente e busca corrigir seus erros e retornar ao caminho.

7. Apascenta as ovelhas

Um cristão que realmente ama Cristo atende ao seu chamado “Apascenta as minhas ovelhas.” João 21:16. Ele olha para o lado e procura aqueles que precisam ser apascentados, seja na igreja, no trabalho, na escola, na vizinhança, na família, onde quer que estejam.

8. Pratica a religião pura

Cristo admoestou: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Mateus 7:21. O Evangelho de Jesus Cristo é um Evangelho de ação. O cristão sabe disso e esforça-se para guardar todos os mandamentos.

9. Busca ser humilde

Ele não se sente superior aos demais, por ter encontrado o caminho. Pelo contrário, sente-se responsável pelo que sabe e deseja que todos tenham as mesmas bênçãos que ele tem.

10. Ama como Cristo amou

Ele leva a sério a escritura que diz “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” João 13:35. Ele não tem inimigos. Em vez disso, esforça-se por colocar em prática o ensinamento de Cristo que diz: “Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem.” Mateus 5:44.

11. Exerce fé

É fiel ao Senhor mesmo em meio às mais terríveis tribulações. Ele sente que tudo pode "em Cristo que [o] fortalece”. Filipenses 4:13. Além disso, ele sabe que a fé sem obras é morta e que “pelas obras [sua] fé [é] aperfeiçoada.” Tiago 2:22.

12. Tem paciência

Um cristão de verdade sabe esperar. Não desiste de prosseguir pelo caminho estreito e apertado. Ele segue a admoestação de Tiago:“Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima”. Tiago 5:8.

13. É pacífico

Um bom cristão não critica aqueles que pensam ou creem em algo diferente. Não é preconceituoso, não persegue, não se mete em brigas de qualquer tipo, tampouco apoia tais condutas. Pois ele que sabe que “bem-aventurados [são] os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.” Mateus 5:9.

14. Perdoa

Um homem cristão sabe que perdoar seu próximo é fundamental para que ele possa receber perdão para seus próprios pecados. É a condição estabelecida pelo Pai. Ele deve perdoar tantas vezes quantas forem necessárias, conforme registrado em Mateus 18:21-22.

15. Persevera até o fim

Esse é o objetivo de um bom cristão. Ele não desiste na metade do caminho, pois sabe que “aquele que perseverar até ao fim será salvo.” Mateus 24:13.

Estes são alguns atributos e atitudes de um verdadeiro seguidor de Cristo. O segredo está em praticar aquilo que se aprende. Não é uma missão impossível, porém requer esforço, ânimo e disciplina.

Isso é, com certeza, o que Cristo espera de nós. Ele mesmo disse“Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus”. Mateus 5:48.

Missao Nova Visao
Levando Luz "JESUS" onde se encontra escuridão !


domingo, 8 de dezembro de 2019



Nossa Senhora da Imaculada Conceição é uma representação que nos foi trazida desde que a Igreja tomou a consciência de que Maria “Cumulada de graça” já havia sido redimida do pecado desde sua concepção.
“Por uma graça e favor singular de Deus onipotente e em previsão dos méritos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano, a bem-aventurada Virgem Maria foi preservada intacta de toda a mancha do pecado original no primeiro instante da sua conceição”. (Proclamação do Papa Pio IX em 1854).
Nossa Senhora da Imaculada conceição não se refere apenas à Concepção de Jesus, porém, a própria concepção de Maria, que foi concebida sem pecado, sendo ela preservada pela onipotência de Deus.
Mesmo assim durante muito tempo a Igreja tinha certa dificuldade para aceitar o mistério da Imaculada Conceição, mas no ano de 1304 o Papa Bento XI que reuniu na universidade de Paris uma assembleia de importantes doutores em teologia para botar um fim nas questões em torno da Virgem da Imaculada Conceição.
Após muitos estudos o Franciscano João Duns Escoto solucionou as questões demonstrando que era a vontade de Deus a preservação de Maria do pecado original, devido ao destino de Nossa Senhora se tornar a mãe de seu filho jesus Cristo. E isso só era possível, pois, Deus é onipotente.
Em 8 de dezembro de 1854 pela bula Ineffabilis Deus o Papa Pio IX declarou oficialmente como dogma: “Maria isenta do pecado original”.

Fonte: www.nossasagradafamilia.com.br


quarta-feira, 27 de novembro de 2019



“Fazei cunhar uma medalha conforme este modelo. Todos os que a usarem, trazendo-a ao pescoço, receberão grandes graças. Estas serão abundantes para aqueles que a usarem com confiança”, disse Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré, no dia 27 de novembro de 1830.
Foi nesse ano de 1830 que a Virgem Maria apareceu para a Irmã Catarina Labouré, da Congregação das Filhas da Caridade, primeiramente na noite de 18 de junho. Um anjo despertou a religiosa e a conduziu até a capela, onde encontrou a Mãe de Deus e conversou com ela por mais de duas horas, ao final da qual Maria lhe disse: “Voltarei, minha filha, porque tenho uma missão para te confiar”.
No dia 27 de novembro do mesmo ano, a Santíssima Virgem voltou a aparecer para Catarina. A Mãe de Deus estava com uma veste branca e manto azul. Conforme relatou a religiosa, era de uma “beleza indizível”. Os pés estavam sobre um globo branco e esmagavam uma serpente.
Suas mãos, à altura do coração, seguravam um pequeno globo de ouro, coroado com uma pequena cruz. Levava nos dedos anéis com pedras preciosas que brilhavam e iluminavam em toda direção.
A Virgem olhou para Santa Catarina e lhe disse: “O globo que vês representa o mundo inteiro, especialmente a França e cada alma em particular. Estes raios são o símbolo das graças que Eu derramo sobre as pessoas que me pedem. As pérolas que não emitem raios são as graças das almas que não pedem”.
O globo de ouro que a Virgem Maria estava segurando se desvaneceu e seus braços se estenderam abertos, enquanto os raios de luz continuavam caindo sobre o globo branco dos pés.
Nesse momento, formou-se um quadro oval em torno de Nossa Senhora, com as seguintes palavras em letras douradas: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”.
Então, Maria pediu que Catarina mandasse cunhar a medalha, segundo o que estava vendo.
A aparição girou e no reverso estava a letra “M” encimada por uma cruz que tinha uma barra em sua base, a qual atravessava a letra. Embaixo figurava o coração de Jesus, circuncidado com uma coroa de espinhos, e o coração de Nossa Senhora, transpassado por uma espada. Ao redor havia doze estrelas.
A manifestação voltou a acontecer por volta do final de dezembro de 1830 e princípio de janeiro de 1831.
Em 1832, o Bispo de Paris autorizou a cunhagem da medalha e assim se espalhou pelo mundo inteiro. Inicialmente a medalha era chamada “da Imaculada Conceição”, mas quando a devoção se expandiu e se produziram muitos milagres, foi chamada “Medalha Milagrosa”, como é conhecida até nossos dias.
Para celebrar este dia em que recordamos Nossa Senhora das Graças, confira a seguir a oração para pedir o auxílio da Virgem:
Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, do poder ilimitado que vos deu o vosso divino Filho sobre o seu coração adorável. Cheio de confiança na vossa intercessão, venho implorar o vosso auxílio. Tendes em vossas mãos a fonte de todas as graças que brotam do Coração amantíssimo de Jesus Cristo; abri-a em meu favor, concedendo-me a graça que ardentemente vos peço. Não quero ser o único por vós rejeitado; sois minha Mãe, sois a soberana do coração de vosso divino Filho.
Sim, ó virgem santa, não esqueçais as tristezas desta terra; lançai um olhar de vontade aos que estão no sofrimento, aos que não cessam de provar o cálice das amarguras da vida. Tende piedade dos que se amam e que estão separados pela discórdia, pela doença, pelo cárcere, pelo exílio ou pela morte. Tende piedade dos que choram dos que suplicam e dai a todos o conforto, a esperança e a paz! Atendei, pois, à minha humilde súplica e alcançai-me as graças que agora fervorosamente vos peço por intermédio de vossa santa Medalha Milagrosa!
Amém.

Fonte:  www.acidigital.com


terça-feira, 5 de novembro de 2019

 
Você não pode perder com sua Família !

Paz e Bem, o Baile!

Será uma noite de louvor e oração com muita alegria e o carisma Franciscano, o evento será realizado em Prol ao próximo EJC da Paróquia São Francisco de Assis do Parque Uirapuru - Guarulhos-SP, venha colaborar com este evento e viver esta noite repleta do que vem do alto, do que vem do céu !.

O evento será realizado na Escola Padre Valentin na Rua Missão Velha no Parque Uirapuru, Guarulhos-SP em frente a Paróquia São Francisco de Assis.

23 de Novembro das 19h00 às 23h00 com o apoio e a presença da Missão Nova Visão com o DJ Adriano do Nascimento

Vai perder ? Nos encontramos lá ! 


segunda-feira, 28 de outubro de 2019



No mês de outubro, as celebrações de Halloween ("Dia das Bruxas") começam a encher escolas, empresas, lares e até mesmo algumas igrejas e isto tem sido motivo de alegria para líderes satanistas, como é o caso do fundador da 'Igreja de Satanás', Anton LaVey.
"Estou feliz que os pais cristãos deixem seus filhos adorarem ao diabo pelo menos uma noite no ano. Bem-vindo ao Halloween", declarou o satanista em certa ocasião.
"Estamos empenhados em nos apressar para honrar o diabo de muitas maneiras. Não vemos nenhum mal no Halloween, porque pensamos que é divertido. Nós pintamos nossos rostos, usamos nossos fantasias inocentes - até mesmo as igrejas ficam decoradas com abóboras para Halloween. Essas ações são como dar a licença do demônio, dizendo: 'Aqui está minha igreja. Você pode ter isso", acrescentou o líder satanista.
A declaração de Lavey foi citada pelo evangelista e ex-bruxo John Ramirez em um artigo para o site 'Charisma News', com o objetivo de alertar os cristãos de que o Halloween não é uma festividade tão inocente como muitos imaginam.
"[Quando celebramos o Halloween] Pensamos que como 'não estamos realizando rituais demoníacos' ou 'sacrifícios humanos', ainda estamos em condições seguras, mas você sabia que assim que você se vestir com uma fantasia de 'Dia das Bruxas' ou se pintar para isso, está fazendo um convite ao diabo? Porque ao fazê-lo, você e sua família estão se dedicando a comemorar o feriado do diabo. Você acabou de fazer um pacto com o inimigo, e você já está sacrificando seus filhos espiritualmente e mudando suas identidade, quando os veste daquele jeito", alertou Ramirez.
Pastor John ainda se lembra da época que atuava como bruxo e afirma que naqueles tempos sempre valorizou o Halloween.
"Quando éramos adoradores do diabo, o Dia das Bruxas foi muito especial para nós e esperávamos celebrá-lo porque conhecíamos as implicações e o poder das trevas por trás daquela noite. É muito diferente de todas as outras noites no mundo da feitiçaria. Perguntar a importância do Halloween para satanistas é como perguntar a um cristão: 'O quão importante é a sexta-feira santa e o domingo da ressurreição para você?'. Halloween tem muito peso e importância para aqueles que habitam no lado da escuridão", contou.
"Lembro-me dos dias que antecediam o Dia das Bruxas. Nós, adoradores do diabo recebíamos nossas instruções do mundo demoníaco sobre o que devia ser feito e sabíamos que aquela seria uma longa noite. Eu dormia o dia todo para descansar e estar pronto para a meia-noite, para que eu pudesse liberar o inferno no mundo até as primeiras horas da manhã seguinte", acrescentou.
Ramirez explicou que muitas igrejas que celebram o Halloween mudam o nome da festividade na tentativa de "amenizar" o escândalo que ela poderia causar entre as pessoas, mas alertou que isto não tem validade se a intenção continua a mesma.
"Algumas igrejas removem a palavra 'Halloween' e em vez disso a chamam de 'colheita', mas seus membros continuam se vestindo com fantasias, dando doces e balançando maçãs. Isto entristece o meu coração. Esta tentativa de 'afastar' este 'feriado' não está adiantando em nada", explicou.
Ramirez ainda rebateu a justificativa de igrejas que alegam celebrar a 'colheita' (Halloween disfarçado) com uma finalidade "evangelística".
"Se estas igrejas estão tentando usar certas celebrações seculares para fins evangelísticos, para ganhar almas, aqui está a minha proposta como pastor: eu promoveria uma noite de cinema bíblico com pipoca e refrigerantes para crianças e adultos e convidaria amigos e familiares não cristãos", disse.
"Minha intenção com este evento seria expor a origem e os perigos do Dia das Bruxas, depois transformá-la em uma ótima noite de cinema, com um pequeno ensinamento da Palavra de Deus sobre Seu amor e a obra acabada da cruz, depois do filme. Finalmente, eu faria apelo para quem quisesse se entregar a Jesus e tornaria aquela noite ainda mais especial para que todos se lembrassem dela", afirmou. "A única colheita que devemos celebrar é a colheita de almas".
Para muitos que celebram o Dia das Bruxas, essa celebração acontece até o primeiro dia de novembro, que também é conhecido como o Dia de Todos os Santos, que antecede o Dia de Finados, mas segundo Ramirez "não há nada de santo nisso - é demoníaco".
"Estou surpreso com a forma como o mundo abraça este feriado, porque o Dia de Todos os Santos é enganador. Nós temos uma imagem em nossas mentes que parece sagrado, mas não há nada de inocente sobre isso. Este feriado é praticado em toda a América do Sul e Central e partes distantes do mundo, e até mesmo nos Estados Unidos", contou.
"Para a cultura espanhola, é chamado de 'Dia de Muertos', e eles celebram os mortos através de rituais e cerimônias e até visitas aos cemitérios. No YouTube mesmo podemos ver mais informações sobre do que se trata este dia. Este feriado não tem nada de santo, nem nada a ver com os santos".
Mas como é possível combater essa escuridão como mensageitos das boas novas de Jesus? A pergunta contundente foi respondida por Ramirez ao final de seu artigo.
"Na Bíblia, quando o Senhor chama aqueles fiéis a Ele de 'santos', este termo significa que fomos santificados pelo sangue de Jesus Cristo e pela obra da cruz. Estamos separados para as boas obras e para glorificar a Deus", lembrou o pastor.
"Como ministro, eu usaria o Dia de Todos os Santos para virar a mesa sobre o diabo e para celebrar a minha salvação e a salvação da minha família e entes queridos. Eu usaria isso como uma oportunidade evangelística na minha igreja para trazer pessoas não salvas para ouvir testemunhos da bondade de Deus e como Ele pode transformar suas vidas também. E naquela noite, eu daria ao diabo uma grande derrota em nome de Jesus, porque muitas almas seriam salvas", finalizou.

Fonte: https://m.guiame.com.br


Missão Nova Visão, Levando LUZ onde se encontra escuridão !

Programação

24hs de Música
+
09h00
Momento Fé & Reflexão

15h00
Terço da Misericórdia

18h00
Terço Mariano

21h00
Momento Fé & Reflexão

03h00
Terço da Misericórdia

Pedido de Oração / Orientação Espiritual

Pedido de Oração / Orientação Espiritual
Whats 11 98173-0803

N.Sra. das Graças

N.Sra. das Graças
Derramai todas as graças necessárias para nossas vidas !

Sala de Bate-Papo

Perfumes e Cosméticos LUMI

Solidariedade

Tecnologia do Blogger.

Receba Nossas Matérias !

Cadastre seu E-mail e Receba nossas Notícias e Novidades!


Nova Visão

Deixe um Recadinho

Testemunho / Adriano do Nascimento

Para as Crianças

De Olho na Dica - Filme

De Olho no Lançamento

Seguidores

Total de visualizações de página