Missão Nova Visão ♫ Web Rádio Católica

quarta-feira, 16 de outubro de 2019



A nossa maior missão é levar nossos filhos para o Céu:

1. Tenha belas imagens e quadros piedosos em sua casa.

2. Faça do domingo um dia especial: almoço diferente, passeios, vestir a melhor roupa para ir à Missa, reunir a família, para que a criança comece a diferenciar esse dia, dos demais, como o Dia do Senhor.

3. Leve as crianças ao cemitério e aos poucos fale sobre a importância da vida eterna e de se rezar pelas almas que já se foram.

4. Do dinheiro da mesadinha das crianças, faça com que elas tirem um valor para uma esmola. Seja brinquedos para crianças carentes, almoço para um mendigo, e sempre frisando que essa ação, agrada a Deus.

5. Leia histórias de amigos de Deus [Santos] para as crianças, para se habituarem com a realidade cristã.

6. Leve as crianças à Igreja em dias da semana, quando estiver mais vazia, para que iniciem uma conversa com Jesus na Eucaristia [oração pessoal e adoração]. Como fazer isso? você conversa em Jesus de modo que elas escutem, e vai estimulando-as a conversar com Jesus também.

7. Santa Joana Francisca de Chantal rezava de joelhos, enquanto os bebês dormiam nos bercinhos. Isso era agradável a Deus e estimulava os pequenos, através do bom exemplo.

8. Ensine seus filhos a pedir a bênção a todos que exercem alguma autoridade sobre ele: padres, pais e padrinhos.

9. Escolha bons padrinhos e madrinhas.

10. Algumas brincadeiras podem estimular o anseio por vocação religiosa, exemplo: meninos brincando de rezar a Missa; meninas se vestindo de Santa Teresinha. A criança tem o lúdico bem acentuado, usar isso para o bem é importante.

11. Ensinar a importância da Missa (e dos Sacramentos) desde pequenos em casa, conversando, levando à Igreja durante a semana, habituando a criança a se ajoelhar, enfim, para que a Missa NÃO seja vista como uma festa.

12. Cultivar na criança o amor a Maria como Mamãe de Jesus e nossa Mãe do Céu.

13. Ensinar sobre a existência de um Anjo da Guarda, que é um amigo e protetor, estimular essa amizade sobrenatural.

14. Colocar boas músicas que falem de Deus.

15. Ter um álbum com belas imagens pias que mostrem os santos, os Anjos, Jesus, Nossa Senhora, o Céu, o Inferno, etc., a criança é muito estimulada visualmente.

16. Ter um horário onde a família se reúna para rezar.

17. Rezar antes das refeições.

18. O Pai ler partes das Sagradas Escrituras ou Catecismo e explicar aos filhos.

19. Ensinar a fazer o Sinal da Cruz, sempre que passar por uma igreja.

20. Se possível ter os quadrinhos da Via Sacra em casa e fazer as orações nas primeiras Sextas-feiras do mês, estimulando o amor pelo Sagrado Coração de Jesus e à Paixão.

21. Aos poucos ensinar a oração do Terço aos pequenos, mas sempre respeitando seus limites. Começando com uma dezena. Nunca nos esqueçamos, são crianças.

22. Falar de Deus e das coisas de Deus com alegria.

23. Ensinar corretamente as orações principais de nossa Fé.

24. Fazer alguns exercícios com as crianças, de modo a cultivarem o SILÊNCIO interior. Levá-las em lugares silenciosos, natureza, falar da importância do silêncio, etc.

25. Juntar as mãozinhas dos bebês, ensinar a mandar beijo para o Papai e Mamãe do Céu, a falar amém, tudo isso ainda bem pequeninos.

26. Levá-los para visitar orfanatos e asilos e fazer caridade.

27. Imprimir desenhos que abordem a espiritualidade e dar para eles pintarem.

28. Traçar o Sinal da Cruz na fronte dos filhos com água benta.

29. Respeitar e amar seu/sua marido/mulher diante dos filhos.

30. Habituá-los à romarias e procissões.

31. Dar exemplo vivendo uma vida verdadeiramente cristã.


sábado, 12 de outubro de 2019

Segundo a tradição espanhola, umas das primeiras aparições de Nossa Senhora se deu ao apóstolo Tiago, quando este evangelizava a Espanha. Maria, que vivia em Éfeso, estava presente em Saragoça, para animar o apóstolo na evangelização. Os espanhóis tem um amor e uma devoção muito grande a sua imagem que tem 38 centímetros colocada em cima de uma coluna (ou Pilar). A Virgem do Pilar é invocada como refúgio dos pecadores, consoladora dos aflitos, Mãe da Espanha. É popular na Espanha, especialmente a região de Aragon, a jaculatória: “Bendita seja a hora em que a Virgem veio em carne mortal a Zaragoza”. Outra tradição chega a afirmar que a visita da Virgem à Espanha tenha ocorrido durante sua vida terrena. O Papa João Paulo II, por duas vezes escolheu este santuário como primeiro passo de suas viagens à América Latina: em 1979, para assistir à Conferencia de Puebla e em 1984 para inaugurar as comemorações do V Centenário do descobrimento e o início da evangelização na América. O Papa dizia nessa basílica, citando Puebla: “Ela (Maria) tem que ser cada vez mais a pedagoga do Evangelho na América Latina” (Puebla, 290). “Sim, continua dizendo o Papa, a pedagoga, a que nos conduz pela mão, que nos ensina a cumprir o mandato missionário de seu Filho e a guardar tudo o que Ele nos ensinou.Catedral N S Pilar O amor à Virgem Maria, Mãe e Modelo da Igreja, é garantia da autenticidade e da eficácia redentora de nossa fé cristã”.
A devoção ao Pilar tem uma enorme penetração na Ibero-américa, cujos países celebram o dia do descobrimento de seu continente a 12 de outubro, isto é, no dia do Pilar.
No Brasil, a devoção Nossa Senhora do Pilar tomou impulso somente depois de 1690, e hoje está principalmente no interior de Minas Gerais e Rio de Janeiro.
Em Ouro Preto, a devoção a Nossa Senhora do Pilar foi trazida provavelmente na bandeira de Bartolomeu Bueno, tendo a imagem sido entronizada na primitiva capelinha que antecedeu à atual Basílica.
 Consagração a Nossa Senhora do Pilar
Virgem Imaculada! Minha Mãe! Maria!
Eu vos renovo, hoje e para sempre
a consagração de todo o meu ser para que disponhais de mim
para o bem de todas as pessoas.
Somente vos peço, minha rainha e mãe da igreja,
força para cooperar fielmente
na vossa missão de trazer
o reino de Jesus ao mundo.
Ofereço-vos, portanto,
Coração Imaculado de Maria, as orações e os sacrifícios
deste dia, para que fiéis à nossa consagração,
sejamos igualmente disponíveis a colaborar convosco
na construção de um mundo novo, ó Maria concebida sem pecado!
rogai por nós que recorremos a vós
e por todos quantos recorrem
a vós, de modo particular as famílias de nossa comunidade paroquial,
que vos venera com o título de Senhora do Pilar.
Salve Rainha

Fonte: www.a12.com




A história de Nossa Senhora da Conceição Aparecida tem seu início pelos meados de 1717, quando chegou a notícia de que o Conde de Assumar, D. Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, iria passar pela Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG).
Convocados pela Câmara de Guaratinguetá, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves saíram à procura de peixes no Rio Paraíba. Desceram o rio e nada conseguiram.
Depois de muitas tentativas sem sucesso, chegaram ao Porto Itaguaçu, onde lançaram as redes e apanharam uma imagem sem a cabeça, logo após, lançaram as redes outra vez e apanharam a cabeça, em seguida lançaram novamente as redes e desta vez abundantes peixes encheram a rede.
A imagem ficou com Filipe, durante anos, até que presenteou seu filho, o qual usando de amor à Virgem fez um oratório simples, onde passou a se reunir com os familiares e vizinhos, para receber todos os sábados as graças do Senhor por Maria. A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil.
Por volta de 1734, o Vigário de Guaratinguetá construiu uma Capela no alto do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745. Mas o número de fiéis aumentava e, em 1834, foi iniciada a construção de uma igreja maior (atual Basílica Velha).
No ano de 1894, chegou a Aparecida um grupo de padres e irmãos da Congregação dos Missionários Redentoristas, para trabalhar no atendimento aos romeiros que acorriam aos pés da Virgem Maria para rezar com a Senhora “Aparecida” das águas.
O Papa Pio X em 1904 deu ordem para coroar a imagem de modo solene. No dia 29 de abril de 1908, a igreja recebeu o título de Basílica Menor. Grande acontecimento, e até central para a nossa devoção à Virgem, foi quando em 1929 o Papa Pio XI declarou Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, com estes objetivos: o bem espiritual do povo e o aumento cada vez maior de devotos à Imaculada Mãe de Deus.
Em 1967, completando-se 250 anos da devoção, o Papa Paulo VI ofereceu ao Santuário de Aparecida a Rosa de Ouro, reconhecendo a importância do Santuário e estimulando o culto à Mãe de Deus.
Com o passar do tempo, a devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi crescendo e o número de romeiros foi aumentando cada vez mais. A primeira Basílica tornou-se pequena. Era necessária a construção de outro templo, bem maior, que pudesse acomodar tantos romeiros. Por iniciativa dos missionários Redentoristas e dos Senhores Bispos, teve início, em 11 de novembro de 1955, a construção de uma outra igreja, a atual Basílica Nova. Em 1980, ainda em construção, foi consagrada pelo Papa João Paulo II e recebeu o título de Basílica Menor. Em 1984, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) declarou oficialmente a Basílica de Aparecida Santuário Nacional, sendo o “maior Santuário Mariano do mundo”.
Neste ano de 2017, a Igreja comemora os 300 anos em que a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada por três pescadores nas águas do Rio Paraíba do Sul no ano 1717.
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, rogai por nós!

Oração a Nossa Senhora Aparecida

Ó incomparável Senhora da Conceição Aparecida,
Mãe de Deus,
Rainha dos Anjos,
Advogada dos pecadores,
refúgio e consolação dos aflitos
e atribulados,
Virgem Santíssima,
cheia de poder e de bondade,
lançai sobre nós um olhar favorável,
para que sejamos socorridos por vós,
em todas as necessidades em que nos acharmos.
Lembrai-vos,
ó clementíssima Mãe Aparecida,
que nunca se ouviu dizer que algum daqueles
que têm a vós recorrido,
invocado vosso santíssimo nome
e implorado vossa singular proteção,
fosse por vós abandonado.
Animados com esta confiança,
a vós recorremos.
Tomamo-nos de hoje para sempre por nossa Mãe, nossa
protetora,
consolação e guia,
esperança e luz na hora da morte.
Livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos
e a vosso Santíssimo Filho, Jesus.
Preservai-nos de todos os perigos da alma e do corpo;
dirigi-nos em todos os negócios espirituais e temporais.
Livrai-nos da tentação do demônio,
para que, trilhando o caminho da virtude,
possamos um dia ver-vos e amar-vos na eterna glória,
por todos os séculos dos séculos.
Amém.

Fonte: www.cancaonova.com


segunda-feira, 7 de outubro de 2019



Esta festa foi instituída pelo Papa Pio V em 1571, quando celebrou-se a vitória dos cristãos na batalha naval de Lepanto. Nesta batalha os cristãos católicos, em meio a recitação do Rosário, resistiram aos ataques dos turcos otomanos vencendo-os em combate.
A celebração de hoje convida-nos à meditação dos Mistérios de Cristo, os quais nos guiam à Encarnação, Paixão, Morte e Ressurreição do Filho de Deus.
A origem do Rosário é muito antiga, pois conta-se que os monges anacoretas usavam pedrinhas para contar o número das orações vocais. Desta forma, nos conventos medievais, os irmãos leigos dispensados da recitação do Saltério (pela pouca familiaridade com o latim), completavam suas práticas de piedade com a recitação de Pai-Nossos e, para a contagem, o Doutor da Igreja São Beda, o Venerável (séc. VII-VIII), havia sugerido a adoção de vários grãos enfiados em um barbante.
Na história também encontramos Maria que apareceu a São Domingos e indicou-lhe o Rosário como potente arma para a conversão: “Quero que saiba que, a principal peça de combate, tem sido sempre o Saltério Angélico (Rosário) que é a pedra fundamental do Novo Testamento. Assim quero que alcances estas almas endurecidas e as conquiste para Deus, com a oração do meu Saltério”.
Essa devoção, propagada principalmente pelos filhos de São Domingos, recebe da Igreja a melhor aprovação e foi enriquecida por muitas indulgências. Essa grinalda de 200 rosas – por isso Rosário – é rezado praticamente em todas as línguas, e o saudoso Papa João Paulo II e tantos outros Papas que o precederam recomendaram esta singela e poderosa oração, com a qual, por intercessão da Virgem Maria, alcançamos muitas graças de Jesus, como nos ensina a própria Virgem Santíssima em todas as suas aparições.
Nossa Senhora do Rosário, rogai por nós!


sexta-feira, 4 de outubro de 2019



Francisco nasceu em Assis, na Úmbria (Itália) em 1182. Jovem orgulhoso, vaidoso e rico, que se tornou o mais italiano dos santos e o mais santo dos italianos. Com 24 anos, renunciou a toda riqueza para desposar a “Senhora Pobreza”.
Aconteceu que Francisco foi para a guerra como cavaleiro, mas doente ouviu e obedeceu a voz do Patrão que lhe dizia: “Francisco, a quem é melhor servir, ao amo ou ao criado?”. Ele respondeu que ao amo. “Porque, então, transformas o amo em criado?”, replicou a voz. No início de sua conversão, foi como peregrino a Roma, vivendo como eremita e na solidão, quando recebeu a ordem do Santo Cristo na igrejinha de São Damião: “Vai restaurar minha igreja, que está em ruínas”.
Partindo em missão de paz e bem, seguiu com perfeita alegria o Cristo pobre, casto e obediente. No campo de Assis havia uma ermida de Nossa Senhora chamada Porciúncula. Este foi o lugar predileto de Francisco e dos seus companheiros, pois na Primavera do ano de 1200 já não estava só; tinham-se unido a ele alguns valentes que pediam também esmola, trabalhavam no campo, pregavam, visitavam e consolavam os doentes. A partir daí, Francisco dedica-se a viagens missionárias: Roma, Chipre, Egito, Síria… Peregrinando até aos Lugares Santos. Quando voltou à Itália, em 1220, encontrou a Fraternidade dividida. Parte dos Frades não compreendia a simplicidade do Evangelho.
Em 1223, foi a Roma e obteve a aprovação mais solene da Regra, como ato culminante da sua vida. Na última etapa de sua vida, recebeu no Monte Alverne os estigmas de Cristo, em 1224.
Já enfraquecido por tanta penitência e cego por chorar pelo amor que não é amado, São Francisco de Assis, na igreja de São Damião, encontra-se rodeado pelos seus filhos espirituais e assim, recita ao mundo o cântico das criaturas. O seráfico pai, São Francisco de Assis, retira-se então para a Porciúncula, onde morre deitado nas humildes cinzas a 3 de outubro de 1226. Passados dois anos incompletos, a 16 de julho de 1228, o Pobrezinho de Assis era canonizado por Gregório IX.
São Francisco de Assis, rogai por nós!

Rezemos juntos a oração de São Francisco

Senhor, fazei de mim um instrumento da Vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Rezemos

Glorioso São Francisco, santo da simplicidade, do amor e da alegria, que no céu contemplais as perfeições infinitas de Deus, lançai sobre nós o vosso olhar cheio de bondade. Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e corporais. Rogai ao nosso Pai e Criador, que nos conceda as graças que pedimos por vossa intercessão, vós que sempre fostes tão amigo dele. E inflamai o nosso coração de amor sempre maior a Deus e aos nossos irmãos, principalmente os mais necessitados.
São Francisco de Assis, rogai por nós. Amém.






Missão Nova Visão, Levando LUZ onde se encontra escuridão !

Programação

24hs de Música
+
09h00
Momento Fé & Reflexão

15h00
Terço da Misericórdia

18h00
Terço Mariano

21h00
Momento Fé & Reflexão

03h00
Terço da Misericórdia

Pedido de Oração / Orientação Espiritual

Pedido de Oração / Orientação Espiritual
Whats 11 98173-0803

N.Sra. das Graças

N.Sra. das Graças
Derramai todas as graças necessárias para nossas vidas !

Sala de Bate-Papo

Perfumes e Cosméticos LUMI

Solidariedade

Tecnologia do Blogger.

Receba Nossas Matérias !

Cadastre seu E-mail e Receba nossas Notícias e Novidades!


Nova Visão

Deixe um Recadinho

Testemunho / Adriano do Nascimento

Para as Crianças

De Olho na Dica - Filme

De Olho no Lançamento

Seguidores

Total de visualizações de página