Jornada Mundial da Juventude Madrid 2011 ~ Missão Nova Visão ♫ Web Rádio Católica

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

A Cruz é o Ícone da JMJ

É conhecida como a "Cruz do Ano Santo", a "Cruz do Jubileu", a "Cruz da JMJ", a "Cruz Peregrina"; muitos chamam-lhe a "Cruz dos Jovens", porque foi entregue aos jovens para que a levassem por todo o mundo, a todos os lugares e em todo o tempo. Esta é a sua história:

Decorria em 1984 o Ano Santo da Redenção, quando o Papa João Paulo II decidiu que deveria estar uma cruz - como símbolo da fé - junto do Altar-mor da Basílica de São Pedro que todos pudessem ver. Assim, foi aí colocada uma grande Cruz de madeira, com 3,8 metros de altura, tal como ele desejava.
 
No final do Ano Santo, depois de fechar a Porta Santa, o Papa entregou essa mesma Cruz à juventude do Mundo, representada pelos jovens do Centro Internacional Juvenil São Lourenço, em Roma. Estas foram as suas palavras naquele momento: "Queridos jovens, ao encerrar o Ano Santo, confio-vos o sinal deste Ano Jubilar: a Cruz de Cristo! Levai-a pelo mundo como sinal do amor do Senhor Jesus pela humanidade e anunciai a todos que só em Cristo morto e ressuscitado há salvação e redenção" (Roma, 22 de Abril de 1984).

Os Jovens acolheram o desejo do Santo Padre. Levaram a Cruz para o Centro São Lourenço, que se converteu na sua morada habitual durante os períodos em que ela não estava em peregrinação pelo mundo.

Em 2003, no final da Missa dos Ramos, João Paulo II quis oferecer aos jovens uma cópia do ícone de Maria Salus Populi Romani: "À delegação que veio da Alemanha eu entrego hoje também o ícone de Maria. De hoje em diante, juntamente com a Cruz, este ícone acompanhará as Jornadas Mundiais da Juventude. Será sinal da presença materna de Maria junto aos jovens, chamados, como o apóstolo São João, a acolhê-la em suas vidas" (Angelus, XVIII Jornada Mundial da Juventude, 13 de Abril de 2003). A versão original do ícone está na Basílica de Santa Maria Maior, em Roma.

Muitos são os testemunhos de pessoas que foram profundamente tocadas pelo encontro com a Cruz: nos últimos anos, esses testemunhos foram ainda mais numerosos ou, quem sabe, tiveram uma maior difusão através da internet. Estes podem encontrar-se no Centro Internacional São Lourenço, morada habitual da Cruz, mas também em revistas e publicações dedicadas à JMJ. Alguns perguntam-se como é que duas peças de madeira podem ter tal efeito sobre a vida de uma pessoa; apesar disso, onde quer que vá a Cruz, as pessoas pedem que ela possa regressar. Nesta Cruz vê-se a presença do Amor de Deus. Através desta Cruz, muitos jovens chegam a compreender melhor a Ressurreição e alguns reconhecem o valor de tomar decisões a respeito da sua vida.



PERCURSO DA CRUZ E DO ÍCONE PELO MUNDO

1984 - Motivado pelo Ano Santo da Redenção, o Papa João Paulo II decidiu colocar uma cruz de quase 4 metros de altura perto do Altar-mor da basílica de São Pedro. Ao finalizar o Ano Santo, entregou-a aos jovens do mundo com estas palavras: "Levai-a pelo mundo como sinal do amor do Senhor Jesus".

1985 - Ao ouvir as noticias das primeiras viagens da Cruz, o Papa pede que seja levada a Praga, ainda sob a cortina de ferro. Nesse ano celebrava-se o Ano Internacional da Juventude da ONU e, no Domingo de Ramos, 300.000 jovens participaram num encontro com o Papa, em São Pedro. Em Dezembro, anunciou-se a instituição das Jornadas Mundiais da Juventude em cada Domingo de Ramos.

1987 - Celebra-se a primeira JMJ fora de Roma, em Buenos Aires - Argentina. A Cruz pisa a América pela primeira vez.

1989 - A Cruz visita Espanha pela primeira vez, para a JMJ de Santiago de Compostela; e Ásia.

1992 - A Cruz é confiada pela primeira vez aos jovens da Diocese que será sede da próxima JMJ (Denver - Estados Unidos); visita também a Austrália pela primeira vez.

2002 - Fazendo uma paragem na sua peregrinação pelo Canadá, a Cruz dos jovens visita o Grown Zero de Nova York. Foi levada desde Montreal a Toronto a pé, num trajecto que durou 43 dias.

2003 - No final da Missa de Ramos, na qual os jovens canadianos a entregaram aos alemães para a JMJ de Colónia, o Papa entregou também uma cópia do ícone de Maria Salus Populi Romani e, desde então, peregrinam juntos a Cruz e o Ícone.

2006-2007 - Antes de chegar à Austrália, para a JMJ de 2008, a Cruz e o Ícone percorreram vários países da Ásia, África e Europa.

2008-2010 - A Cruz peregrinou por diferentes lugares, como a Aquila (Itália), depois do terramoto que assolou a região dos Abruzzos. Durante a celebração na Praça de São Pedro, no Domingo de Ramos de 2009, Bento XVI entregou a Cruz e o Ícone da JMJ aos Jovens madrilenos, que peregrinaram até Roma para a ocasião.

Na actualidade, a Cruz e o ícone da JMJ encontram-se em peregrinação pela Arquidiocese de Madrid, para posteriormente o fazerem pelas dioceses espanholas.
 



Equipe Web Rádio Nova Visão
Evangelizando na Web!
radionovavisao@ymail.com 



JMJ Panamá 2019

JMJ Panamá 2019
Site Oficial

Nossa Programação

24hrs de músicas!
09h00
15 Minutos com Deus
13h00
Jornal do Brasil
15h00
Terço da Misericórdia
18h00
Terço da Sagrada Família
19h00
Jornal do Brasil
20h00
Rítmo Jovem
21h00
15 Minutos com Deus

Clicando Neste Anúncio Você nos Doa R$ 0,03 ! Deus Abençoe !

N.Sra. das Graças

N.Sra. das Graças
Derramai todas as graças necessárias para nossas vidas !

Curta nossa Página !

Solidariedade

Tecnologia do Blogger.

CF2017

Missão Nova Visão, Levando LUZ onde se encontra escuridão !

Para as Crianças

Clicando Neste Anúncio Você nos Doa R$ 0,03 ! Deus Abençoe !

Testemunho / Adriano do Nascimento

CD Mesmo Olhar / Adriano do Nascimento

CD Mesmo Olhar / Adriano do Nascimento
Pregação e Testemunho

Receba Nossas Matérias !

Cadastre seu E-mail e Receba nossas Notícias e Novidades!


Nova Visão

Deixe um Recadinho

De Olho na Dica - Filme

De Olho no Lançamento